Coreia do Sul fecha reactores nucleares e avisa para falta de energia no Inverno

Coreia do Sul fecha reactores nucleares e avisa para falta de energia no Inverno

A Coreia do Sul desactivou hoje dois reactores nucleares cujos componentes anexos não tinham recebido certificação oficial, anunciaram as autoridades. Os dois reactores, que pertencem à central de Yeonggwang, podem ter peças defeituosas.

Este encerramento levará a central nuclear a ficar sem trabalhar até ao início do próximo ano, o que levou o ministro da Economia e Conhecimento sul-coreano, Hong Suk-Woo, a avisar para uma falta de energia eléctrica “sem precedentes” no País durante o Inverno.

“Precisamos de controlos de segurança exaustivos nos dois reactores, onde existem abundantes componentes não certificados. É inevitável que tenhamos escassez de electricidade sem precedentes durante o Inverno”, advertiu Suk-Woo.

O operador da central, a Korean Hydro & Nuclear Power Co, descobriu que oito fornecedores venderam um total de 7.682 itens com certificados de qualidade falsificados. As vendas ocorreram entre 2003 e 2012 – ou seja, continuaram no pós-Fukushima.

O valor total das vendas chegou aos €584 mil (R$ 1,5 milhões).

Os dois reactores representam cerca de 5% do total de fornecimento de energia da Coreia do Sul, o que irá provocar uma grave crise energética no País, até porque as temperaturas de algumas regiões chegam a vários graus negativos durante o Inverno.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores