Operação de resgate de quatro horas salva águia presa em fio de alta tensão (com FOTOS)

Operação de resgate de quatro horas salva águia presa em fio de alta tensão (com FOTOS)

Uma pequena águia do mar ficou enredada numa linha de alta tensão, originando uma operação de resgate de quatro horas. A ave prendeu-se no cabo por causa de um anzol e uma linha de nylon que estavam presos a uma das suas patas.

Após libertarem a ave, também conhecida como Haliastur indus, os socorristas afirmaram que estes cenários são comuns em Gold Coast, em Queensland, na Austrália, devido ao abandono descuidado de equipamentos de pesca.

O animal ferido, que a certo ponto chegou a servir de poiso a outro pássaro que passava, foi identificado por pessoas que passavam na rua e que alertaram as autoridades. Seguiu-se uma longa operação que contou com o apoio da polícia, da marinha, de equipas de resgate da vida selvagem e até de trabalhadores de energia.

Uma vez liberta, a ave foi levada para o Currumbin Wildlife Hospital, ficando sob observação e antibióticos.

O socorrista Rowley Goonan alertou as pessoas a pensarem acerca do fim que dão aos anzóis e às linhas de pesca e acrescentou: “Geralmente faço mais de 100 resgates por ano – a maioria causada por emaranhamentos”.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores