Holding portuguesa de agricultura e energia entra em Moçambique

A The Edge Group, um conjunto de holdings de investimentos e capital de risco portuguesa, está a entrar em Moçambique, sendo liderada, nesta internacionalização, por Bruno Glória. Fundada em 2002, a The Edge Group iniciou a sua actividade no sector imobiliário e no desenvolvimento de PME ligadas às tecnologias de informação, publicidade e consultoria.

Em Moçambique, a empresa vai actuar nos mercados do imobiliário, agricultura e da energia.

“Moçambique é um país com grande potencial de crescimento e que está a merecer a merecer uma grande atenção por parte de grupos empresariais de várias áreas. Portugal, pela proximidade histórica que nos une, tem um papel importante na dinamização da economia de Moçambique”, explicou ao Construir o CEO da The Edge Group, José Luís Pinto Basto.

A empresa refere, no seu site, que se inspira na filosofia Triple Bottom Line, ou seja, em projectos que atingem o “equilíbrio óptimo entre a sustentabilidade económica, social e ambiental”.

Veja alguns dos projectos da The Edge Group.

 

 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

1 comment

  1. Luís Cardoso

    Sou Gestor de Projectos e gostaria de abraçar novos desafios