Poluição do ar provoca cancro do pulmão

Poluição do ar provoca cancro do pulmão

O que muitos já suspeitavam foi validado cientificamente: a poluição do ar causa cancro do pulmão. A International Agency for Research on Cancer (IARC) declarou que a poluição do ar é uma substância cancerígena, tal como o amianto, o tabaco ou a radiação ultravioleta.

“Consideramos que seja o agente cancerígeno ambiental mais importante, mais do que o tabagismo passivo”, disse Kurt Straif, chefe do departamento da IARC que avalia as substâncias causadoras de cancro.

A IARC já tinha considerado anteriormente alguns dos componentes da poluição atmosférica, como o fumo dos automóveis, mas esta é a primeira vez que a poluição do ar, na sua totalidade, é classificada como cancerígena.

O risco para o indivíduo é baixo, mas Straif informou que as principais fontes de poluição estão generalizadas e incluem emissões industriais, agrícolas e de transportes. A poluição do ar consiste numa mistura complexa, sendo que os seus principais riscos são as partículas finas que podem ficar depositadas no fundo dos pulmões.

Já havia sido provado que a poluição aumenta o risco de doenças cardíacas e respiratórias. A classificação do painel de especialistas foi agora feita depois de os cientistas analisarem mais de mil estudos por todo o mundo e concluírem que há provas suficientes de que a exposição à poluição do ar causa cancro do pulmão.

Em 2010, a IARC disse que se registavam em todo o mundo mais de 220 mil mortes por cancro do pulmão ligadas à poluição do ar. A agência também observou uma correlação com um risco ligeiramente maior de cancro da bexiga.

De acordo com o Huffington Post, Straif afirmou que há grandes diferenças na qualidade do ar entre as cidades do mundo e que as metrópoles mais poluídas estão na China e na Índia.

“Podes optar por não beber ou não fumar, mas não podes controlar se estás ou não exposto à poluição do ar”, disse Francesca Dominici, professora de bioestatística na Universidade de Harvard. “Não podes simplesmente decidir não respirar.”

Dominici revelou que os cientistas ainda estão a tentar descobrir que componentes da poluição são os mais letais.

Foto: Sob licença Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores