ONE pede a África para tornar agricultura numa escolha viável para os jovens

ONE pede a África para tornar agricultura numa escolha viável para os jovens

A ONE, uma organização internacional não partidária e sem fins lucrativos, afirma que a solução para se resolver alguns dos problemas económicos mais graves de África será tornar a agricultura uma escolha viável para as carreiras dos jovens africanos, bem como disponibilizar crédito às mulheres que trabalham na agricultura.

A organização lançou uma campanha para incentivar os governos do continente africano a manterem a promessa de gastar pelo menos 10% dos seus orçamentos nacionais em investimentos na agricultura. A campanha começou na cidade de Adis Abeba, capital da Etiópia, e coincidiu com a Cimeira da União Africana, iniciada no dia 30 de Janeiro, que declarou o ano de 2014 como o Ano da Agricultura em África.

Sipho Moyo, directora da ONE para África, afirmou à AllAfrica que a campanha quer pressionar os líderes africanos a implementar políticas agrícolas que levem a um impacto positivo nas vidas dos africanos e das economias dos países do continente.

Mais de 400 milhões de africanos vivem numa pobreza extrema e a sua maioria vive em zonas rurais que dependem da produção de alimentos. Moyo acredita que a solução para elevar os seus padrões de vida será impulsionar a agricultura.

“Em 2003, os países africanos assinaram uma declaração em Maputo na qual concordavam em investir 10% dos seus orçamentos nacionais na agricultura”, disse Moyo. “10 anos depois, menos de 10 países cumpriram esse compromisso. Entretanto, sabemos que a agricultura é onde se podem encontrar oportunidades para alimentar o continente, criar empregos e gerar uma transformação socio-económica”, concluiu Moyo.

Foto:  geographyalltheway.com / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores