Gibraltar deporta macacos fora de controlo para países de origem

Gibraltar deporta macacos fora de controlo para países de origem

Metade da famosa colónia de macacos de Gibraltar poderá ser deportada, uma vez que está a criar um motim no rochedo. Os macacos-de-gibraltar selvagens estão a perder o seu medo das pessoas e, nos últimos anos, têm adquirido uma reputação por as atacarem, vandalizarem quartos de hotel e destruírem as ruas, tendo atacado, só em 2011, 104 vezes, refere o Daily Mail.

O governo de Gibraltar afirmou estar em conversações com um parceiro para transportar 120 macacos – da população de cerca de 200 – para fora do rochedo. Os macacos-de-gibraltar foram capturados e têm sido mantidos em prisões construídas de propósito para os animais, supervisionados por veterinários, até à deportação ser finalizada, sendo a África do Norte, a sua terra natal, o destino mais provável.

Gibraltar também contratou outros funcionários para distrair os macacos e levá-los para uma reserva natural no local onde estes têm acesso a áreas de alimentação especiais e lagoas, criadas numa tentativa de mantê-los interessados nesse espaço – e não na cidade, que é território britânico.

O Ministro do Ambiente John Cortes afirmou que esta situação “é o início de um verdadeiro progresso para lidar com os macacos que foram permitidos a ficar fora de controlo”. “Ao exportar e neutralizar estamos a controlar os números sem ter de os abater”, concluiu Cortes.

Fora de Gibraltar, as restantes populações desta espécie encontram-se em perigo na Argélia e em Marrocos.

Foto:  kanu101 / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

1 comment

  1. Anónimo

    Só uma correcção: Gibraltar não éuma ilha.

Patrocinadores