China investe em hortas urbanas em áreas industriais (com FOTOS)

China investe em hortas urbanas em áreas industriais (com FOTOS)

A horta urbana “Value Farm” localiza-se no centro da cidade chinesa de Shenzhen e representa um mapa de uma zona da cidade. Demonstra, ainda, como se cultiva a comida necessária para sustentar os seus habitantes.

Criada por Joseph Grima, Jeffrey Johnson e José Esparza, a horta comunitária brota no centro de uma das maiores e mais importantes cidades chinesas, proporcionando à comunidade local o cultivo gratuito de alimentos.

A horta ocupa uma área de dois mil metros quadrados num espaço abandonado de uma antiga fábrica de vidro, criando um oásis verde numa área industrial – reunindo os cidadãos de Shenzhen com o ambiente e a experiência do cultivo.

Os arquitectos responsáveis pela obra pretendem educar os residentes acerca da origem dos alimentos que consomem. Preocupados com o uso consciente dos recursos naturais, os criadores do projecto preservaram as características originais do espaço ao reaproveitar paredes e tijolos.

Grima, Johnson e Esparza querem também transmitir a mensagem de que a escassez de alimentos e os preços voláteis do mercado internacional é um assunto preocupante. Os criadores afirmam que muitas áreas de terra estão a ser transformadas para fins agrícolas e podem desempenhar cada vez mais um papel importante no futuro da política e da diplomacia internacional.

No espaço ocorrem também eventos culturais e programas de educação ambiental para aproveitar ainda mais o potencial da horta, sendo que a expectativa dos seus criadores é torná-la um modelo para iniciativas semelhantes em toda a China.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores