Angelina Jolie vai dirigir filme sobre o conservacionista que combateu a caça ilegal de elefantes

Angelina Jolie vai dirigir filme sobre o conservacionista que combateu a caça ilegal de elefantes

Numa altura em que a caça ilegal de elefantes africanos atingiu um pico nunca antes visto, causando a morte de 30.000 animais por ano, as campanhas e acções para travar este flagelo multiplicam-se. Angelina Jolie é mais outra das figuras públicas a juntar-se à causa e vai dirigir um filme que foca o problema da caça ilegal de elefantes.

Intitulado “Africa”, o novo filme é baseado na vida do famoso arqueólogo Richard Leakey, um dos principais rostos em prol da conservação do elefante africano. Em 1989, durante uma epidemia de caça no Quénia, Leakey ajudou a fundar o Kenya Wildlife Service, entidade que recorreu a tácticas militares e ao uso da força armada para proteger a vida selvagem dos caçadores ilegais. Sob a sua liderança, a taxa de caça ilegal foi diminuindo ao longo dos anos 1990, em grande parte devido à abordagem de confronto defendida por Leakey.

“Tenho sentido uma grande ligação a África e à sua cultura em grande parte da minha vida e foi feito um guião muito bonito sobre um homem arrastado para o conflito violento com caçadores de elefantes, que tinha uma compreensão profunda sobre os impactos do homem e um profundo senso de responsabilidade para com o mundo em seu redor”, afirmou a actriz sobre o novo filme, cita o Dodo.

Este será o quarto filme realizadp pela actriz. A película será produzida pela Skydance Productions e guião ficou a cargo de Eric Roth, responsável pelos guiões de filmes como “Forrest Gump” ou “The Strange Case of Benjamin Button”.

Foto: Gage Skidmore / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores