Melhorar qualidade de água da Grande Barreia de Coral custa €1,5 mil milhões

Melhorar qualidade de água da Grande Barreia de Coral custa €1,5 mil milhões

Melhorar a qualidade da água da Grande Barreira de Coral vai custar cerca de €678 milhões ao longo dos próximos cinco anos, sendo que melhorias posteriores a este período vão necessitar de um investimento que deverá totalizar mais de 863 milhões depois de 2020.

A conclusão é de uma análise feita por seis grupos regionais australianos de gestão de recursos naturais que supervisionam as bacias hidrográficas que desaguam nas águas dos recifes. Segundo o relatório é necessário investimento adicional para melhorar a saúde deste ecossistema considerado património da humanidade.

O relatório indica que os níveis actuais financiamento local e federal são insuficientes e que é necessário mais investimento para melhorar as práticas pesqueiras e a redução dos químicos que escoam para as águas dos recifes.

Dos €678 milhões para os próximos cinco anos, €155 milhões destinam-se a garantir a qualidade da água e €173 milhões vão servir para reparar os sistemas mais afectados pela poluição. O restante dinheiro será utilizado para programas educacionais e programas de gestão de águas pluviais, escreve o Guardian.

O relatório indica ainda que é necessário uma mudança radical na forma como os agricultores utilizam a terra para assegurar que os recifes não sejam inadvertidamente prejudicados.

Foto: actaacta / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores