Japonês volta a Fukushima para alimentar os animais que todos abandonaram (com FOTOS)

fukushima_SAPO

O sofrimento humano e os danos materiais incalculáveis deixados no rasto do desastre nuclear de Fukushima, no Japão, têm sido bem documentados pela imprensa internacional. Mas existe uma outra população que sofreu igualmente e de que pouca gente fala: a dos animais que foram abandonados na zona radioactiva de exclusão.

Perante o desastre e o perigo eminente de contaminação radioactiva, a população humana abandonou Fukushima, deixando para trás centenas de animais que ficaram à sua mercê. Mas há um homem que não os esqueceu: Naoto Matsumura.

Matsumura, de 55 anos, é um antigo construtor civil que decidiu voltar à zona interdita para cuidar dos animais que lá foram deixados ao abandono. Conhecido por “guardião de Fukushima”, Matsumura voltou inicialmente para cuidar dos próprios animais que deixou para trás, mas rapidamente percebeu que muitos mais precisavam de ajuda. Actualmente, é com a ajuda de doações que Matsumura consegue importar comida para alimentar todos os animais que permanecem na zona.

O antigo construtor diz-se ciente da radiação a que está sujeito diariamente, escreve o Bored Panda, mas afirma recusar-se a preocupar com isso. Porém, Matsumura toma algumas medidas de precaução para evitar ser contaminado por elevados níveis de radioactividade e toda a comida que ingere é importada de fora da zona de contaminação.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores