Oportunidades de negócio nas Smart Grids, fazer negócio nas cidades do futuro, os novos transportes públicos no debate público-privado e a mobilidade eléctrica. Estes são os temas que prometem “aquecer” a comemoração dos 30 anos da AESE, no próximo dia 29 de Outubro no Centro de Congressos do Estoril.

Mas vamos por partes. A manhã do dia 29 é dedicada à mobilidade e aos oradores internacionais. Assim, destaque para a apresentação de Filipe Santos, da EDP, sobre as oportunidades de negócio das Smart Grids, uma intervenção que será seguida do primeiro grande momento do dia: a apresentação de GBS Bindra, director global de inovação da Logica.

Antes do almoço – e já que o tema do dia são as cidades sustentáveis – entra na discussão a mobilidade sustentável. Hans Rat, o secretário-geral da União Inter-Transportes Públicos, regressa a Portugal para explicar como se enquadram os novos transportes públicos no debate público-privado (o tema não poderia vir em melhor hora).

Mais tarde o professor do Instituto Superior Técnico, Tiago Farias, explica como a mobilidade eléctrica vai revolucionar os hábitos individuais e sociais.

A parte da tarde é dedicada à competitividade das cidades. Cristina Azevedo, da Fundação Guimarães Capital Europeia da Cultura, vai falar da dimensão cultural na competitividade das cidades, António Pires Santos, da IBM, abordará a integração dos sistemas urbanos, e Luís Manuel Calleja, naquela que provavelmente será a mais esperada apresentação do dia, explicará como se farão os negócios nas cidades do futuro.

O fim do dia está reservado para Diogo Vasconcelos (17h), que abordará as cidades e a inovação social, para Jorge Sampaio (17h30), que falará de governação da diversidade social e Raul Diniz. O presidente da AESE abordará o tema “O Núcleo da Cidade” e vai encerrar o dia.